CENIBRA – BIODIVERSIDADE – CUSTOM AD#3
Tempo de Leitura: 1 min

Um projeto aprovado no final de dezembro na Câmara de Ipatinga prevê a existência de pontos fixos, espalhados pela cidade, para o embarque e desembarque de passageiros em táxis ou em veículos por aplicativos. Aguardando apenas a sanção do prefeito Gustavo Nunes, a proposta visa garantir mais comodidade e segurança aos passageiros, além de afastar transtornos aos motoristas, que evitariam, com a criação dos pontos, estacionar em locais proibidos.

Segundo vereador Professor Ney, autor da proposta, o passageiro poderá continuar utilizando o serviço em qualquer ponto da cidade, da mesma forma como ocorre atualmente. “Só queremos garantir que, em locais onde o motorista tenha a possibilidade de receber uma multa ou onde o passageiro possa se sujeitar ao risco de um atropelamento, a gente tenha um ponto específico para que se possa embarcar e desembarcar com toda segurança. Então a lei só está acrescentando mais qualidade aos atendimentos, ” frisou.

Em sua visão, locais de grande movimentação, como o Centro, passarão a ser beneficiados. “Na Avenida 28 de Abril, por exemplo, são poucas as opções de vagas de estacionamento. Se o passageiro fizer uma compra, a mercadoria poderá ser embarcada no ponto mais próximo, com toda comodidade.”

Artigo anteriorVacinação gratuita de cães com a V8 continua em Timóteo
Próximo artigoEnchente do Piracicaba derruba ponte em Nova Era