Tempo de Leitura: 1 min

Mais uma etapa foi avançada pelo “Projeto da Rota de Cicloturismo do Vale do Aço”. Representantes do Circuito Turístico Mata Atlântica de Minas (CTMAM) e do Sebrae Minas apresentaram o diagnóstico do projeto aos prefeitos dos municípios que integram o percurso de quase 200 km. Incluem a rota trechos de Timóteo, Marliéria, Dionísio, São Domingos do Prata, Antônio Dias e do Parque Estadual do Rio Doce. A Rota de Cicloturismo é realizada pelo CTMAM, em parceria com o Sebrae e o Projeto Turismo no Vale.

O projeto envolve um mapeamento do percurso com paradas para os ciclistas, incluindo hospedagem, restaurantes, atrativos turísticos, que vai beneficiar empreendimentos ligados à cadeia do turismo, potenciais empreendedores, artesãos, entidades empresariais e órgãos de desenvolvimento. O mapeamento foi realizado, inicialmente, com a parceria dos grupos de pedal da região, Lobos Origens MTB, Pedal Fabri e Trilhas e Rumos Timóteo. Já o desenvolvimento do diagnóstico foi realizado pelo consultor Leo Ivo, do Clube de Cicloturismo do Brasil.

Investimentos

Durante as reuniões realizadas, entre agosto e outubro deste ano, a Rota do Cicloturismo recebeu apoio do prefeito de Timóteo, Douglas Willkys, e do vice-prefeito da cidade José Vespasiano Cassemiro; do prefeito de São Domingos do Prata, Fernando Rolla, juntamente com o vice-prefeito Edimar Martins; do prefeito de Antônio Dias, Ditinho; do prefeito de Marliéria, Hamilton Lima, e do prefeito de Dionísio, Nando de Chiquito Trajano.

Segundo o presidente do CTMAM, Hélio Anício, com o apoio dos prefeitos a Rota de Cicloturismo terá condições de ser implementada. “É fundamental que o poder público e os empreendimentos locais estejam engajados com o projeto de desenvolvimento da Rota. A diretoria do CTMAM tem conduzido o projeto com empenho para os avanços desse projeto”, reforçou.

De acordo com o analista do Sebrae, Alessandro Challub, a previsão é que a Rota de Cicloturismo esteja pronta para a primeira volta teste no segundo semestre de 2022. “Os cinco prefeitos foram muito receptivos. Agora, caberá às prefeituras implantarem a sinalização dos trechos de seus municípios e participarem ativamente da conscientização e sensibilização dos empreendimentos que incluem os atrativos da rota. Em breve, será apresentada a marca do roteiro turístico”, declarou.

Artigo anteriorGiganet agora é Vero!
Próximo artigoQual será o futuro das Lojas Físicas?