Tempo de Leitura: 3 min

Uma decisão difícil. É o que tem em comum a história de três jornalistas reconhecidas no leste de Minas que atuaram desde redações de jornais a assessorias de imprensa de governos, políticos e entidades. Histórias que se destacam pela ruptura causada pelo descontentamento com modelos pré-estabelecidos que levaram a um “sucesso” profissional que não as colocavam, no mesmo nível, a elevação do patamar econômico e ou social.

A profissão de jornalista, por si só, traz seus desafios. No interior, acrescenta-se uma dose ainda maior de dificuldades visto que anunciantes e suas estratégias de mercado cerceiam a atuação investigativa e denunciante, naturais do dia a dia de um repórter.

É nesse contexto que o Portal N, Suplemento Negócios Já! e o “No Radar” da Rádio Itatiaia promovem a estreia em “Lives”, na rede social Instagram, para apresentar as histórias das jornalistas Tatiana Gregório (com atuação marcante nas rádios Vanguarda,TV Cultura e Jovem Pan), Érica Pascoal (reconhecida como uma das principais referências em assessoria de comunicação da Fundação São Francisco Xavier) e Cleuzany Lott (Ex-Diretora de jornalismo da TV Leste). Elas vão contar as suas histórias de “Virada de chave” e debater o papel do jornalista na região do Vale do Aço, sobretudo, na perspectiva feminina que, quando se trata de Brasil também, por si, só é um desafio à parte.

Para Ronaldo Soares, jornalista e consultor de empresas que mediará a Live “Do Jornalismo ao Empreendedorismo: O que elas tem pra contar”, a iniciativa é chamar a classe jornalística para revisitar a profissão e debater todos os aspectos que possam torna-la fascinante e decepcionante. “A ideia de conversar com essas colegas é poder entender, pela perspectiva de cada uma, o que se fazia (ou deixava-se de fazer) no exercício da profissão que as impulsionaram empreender dentro do próprio jornalismo ou a empreender em áreas inconciliáveis com o exercício da profissão” explica o comentarista da Rádio Itatiaia.

Esse é o caso da Ipatinguense Tatiana Gregório, casada, 02 filhos e com mais de 15 anos no jornalismo. “Tati” foi responsável pela implantação do Departamento de Jornalismo do Portal Zug e da Jovem Pan Vale do Aço. Exerceu atividades de assessora paramentar e técnica na Câmara dos Deputados, em Brasília e esteve recentemente dirigindo o departamento de jornalismo da Rádio Jovem Pan, em Ipatinga. Por fim, se integrou a um empreendimento familiar no segmento gastronômico, numa “Virada de chave” radical nas sua vida profissional.

Já dentro do próprio Jornalismo, a valadarense Cleuzany Lott, casada, 01 filho, mais de 30 anos de carreira, que acompanhando a promoção do marido, o também jornalista, Aguiar Jr, que foi para a Record TV em São Paulo, passou a atuar em diversos veículos com a prestação de serviços que vão desde matérias para revistas, jornais e portais a assessoria de comunicação de pequenos negócios. Cleuzanny é advogada especialista em Direito Condominial, Síndica Profissional, diretora da Associação de Síndicos, Síndicos Profissionais e Afins do Leste de Minas Gerais (ASALM) e colunista. Foi responsável pela implantação do departamento de Jornalismo da TV dos Vales, primeira empresa totalmente digital do país afiliada à RecordTV.

Por fim, outra ipatinguense,Érica Pascoal, jornalista e publicitária com mais de 15 anos de carreira. Atuou no Vale do Aço, na área de Comunicação Estratégica e Marketing de empresas de grande porte nos segmentos de saúde, siderurgia, mineração e agências de comunicação.

Érica, que esteve sempre do “outro lado do balcão” (trabalhou na assessoria de comunicação da Fundação São Francisco Xavier, FSFX, entidade mantenedora de diversos negócios na área de saúde, como os Hospitais Márcio Cunha, Vita Medicina Ocupacional e Usisaúde) e  atuou em veículos da região como Rádio Itatiaia e TV Cultura, deu uma guinada na sua carreira. Atualmente é sócia da V2 Marketing Digital e atua como Social Media e Consultora de profissionais que utilizam suas redes sociais como ferramenta de marketing e captação de clientes.

“Essas serão histórias que queremos inspirar colegas, provocar a reflexão dos caminhos da profissão de jornalista no interior e oferecer propostas para a melhoria das condições de trabalho” justifica Soares.

É com esse espírito de contar histórias e debater caminhos que a N+Live no Instagram estreia na próxima quinta-feira(11), às 20h.

Serviço:

N+Live no Instagram

Dia 11/11 – quinta-feira

20h

@portaln.digital;@Cleuzanylott; @ericapascoalmarketing;@tatianagregorio_

 

Artigo anteriorUm sonho realizado!
Próximo artigoPrefeitura de Ipatinga reabre concurso público de 2020