CENIBRA – BIODIVERSIDADE – CUSTOM AD#3
Tempo de Leitura: 1 min

ABM promove webinar para marcar o cinquentenário histórico da siderurgia mineira

Considerado o maior laboratório de análises da América Latina, o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da Usiminas foi idealizado com o objetivo de ampliar o conhecimento a respeito do uso do aço, aperfeiçoar a eficiência, a produtividade e reduzir os custos, sem esquecer, é claro, do meio ambiente.

A unidade de 13 mil metros quadrados completa 50 anos bem na entrada do Bairro Cariru. O Centro de Pesquisas da empresa ocupa uma área de 13 mil metros quadrados e conta com uma equipe de cerca de 100 profissionais, entre pesquisadores, cientistas e técnicos. Com foco em treinamento e capacitação, 69% do efetivo possuem mestrado, 13% doutorado e 12% especialização.

Além de investimentos em treinamentos e parcerias com universidades, siderúrgicas e centros de pesquisa no exterior como Japão, Estados Unidos, Inglaterra e França, o grupo é responsável pelo desenvolvimento eficiente para o uso do aço em vários setores da indústria.

O Centro de Pesquisas da Usiminas está integrado com todas as unidades da companhia e nos seus 50 anos de atuação vem sendo um dos grandes diferenciais competitivos da empresa, contribuindo para o seu desenvolvimento tecnológico e potencializando-a como desenvolvedora de aços de extrema qualidade.

Por isso, em comemoração a esse marco, a Associação Brasileira de Metalurgia, Materiais e Mineração, ABM,) irá promover mais uma edição do projeto Difusão Digital com o webinar “50 anos do Centro de Pesquisa da Usiminas – Conquistas e Desafios”.

O evento virtual será realizado no dia 19 de outubro, das 9h30 às 11h30, por meio da plataforma Microsoft Teams, com apresentação de algumas das soluções mais inovadoras desenvolvidas pela empresa. O presidente da Usiminas, Sergio Leite, fará a abertura do encontro. 

Serviço:

Webinar “50 anos do Centro de Pesquisa da Usiminas – Conquistas e Desafios”

Data: 19 de outubro (terça-feira)

Horário: das 9h30 às 11h30

Plataforma: Microsoft Teams

Inscrições: Devem ser feitas pelo site da ABM

Artigo anteriorRamal ferroviário de Ipatinga a São Mateus póderá ter mais de R$ 20 bi em investimentos
Próximo artigoFabriciano pode ser incluído na ferrovia Vale do Aço-São Mateus