CENIBRA – DIVERSIDADE E INCLUSÃO – CUSTOM AD#3
Tempo de Leitura: 1 min

Uma disputa que promete agitar os produtores da Zona da Mata está marcado para o dia 5 de novembro, em Manhuaçu, principal cidade da parte norte da região, localizada a 160 Km do Vale do Aço. Será o 1º Cupping e Leilão da Amuc (Associação de Mulheres do Café das Matas de Minas e Caparaó).

O concurso está aberto a participação apenas das mulheres cafeicultoras da associação: proprietária rural, meeira, arrendatária ou parceira, com real comprovação que desenvolve atividade cafeeira na safra 2021. Com cuidados dedicados ao cultivo, elas apresentam aos amantes do café, experiências degustativas com o melhor grão, padronizado e selecionado por mãos femininas experientes que respeitam a biodiversidade e o meio ambiente.

Haverá a competição de duas categorias: café natural (via seca) e café cereja descascado ou despolpado (via úmida).Além da experiência para conhecer os cafés, ao final será feito o leilão de Cafés Especiais com os 10 melhores cafés de cada categoria. A ideia é oferecer o melhor café produzido em forma de microlote, dando ao comprador a oportunidade de ter um produto exclusivo e de excelente qualidade; além de agregar valor econômico.

Criada há dois anos, a Amuc engloba duas importantes regiões cafeeiras do Brasil, onde se produz os melhores cafés especiais feitos por mulheres nas montanhas mineiras. Ela tem a missão de promover o desenvolvimento da região com os cafés especiais. Além disso, visa fomentar a comercialização em território nacional ou internacional. Outra ação promovida pela entidade é a capacitação das associadas e a busca por parcerias e projetos voltados para o setor de desenvolvimento da cafeicultura, seja socioeconômico ou ambiental. Isso visa garantir, a melhoria na qualidade de vida das famílias cafeicultoras, além de garantir sucessão familiar na produção de cafés de qualidade.

Artigo anteriorTimóteo promove mutirão de vacinas contra covid e outras doenças
Próximo artigoAcidente com ônibus da Gontijo deixa feridos no ES