CENIBRA – DIVERSIDADE E INCLUSÃO – CUSTOM AD#3
Tempo de Leitura: 1 min

O Banco Central divulgou no fim do mês passado, uma série de mudanças que vão afetar o Pix e outros meios de pagamento como TED, transferências intrabancárias, e cartões de débito. Entre as novidades, está a limitação de R$ 1.000 no valor de operações realizadas entre 20h e 6h. Em 2 de setembro, o BC também anunciou dois novos produtos envolvendo o Pix: o Pix Saque e o Pix Troco – ambas serão implementadas em 29 de novembro.

Ainda não há prazo determinado para que as novas regras de segurança do Pix entrem em vigor. Em entrevista coletiva concedida em 27 de agosto, o presidente do BC, Roberto Campos Neto, estimou o prazo em “algumas semanas”.

Box- Confira tudo o que mudou no Pix e como isso afetará o seu bolso:

1 – Limite de R$ 1.000 para operações financeiras de pessoas físicas entre 20h e 6h.

2 – Prazo mínimo de 24h e máximo de 48h para pedidos de aumento do limite.

3 – Possibilidade de limites de valores diferentes para Pix feitos entre os períodos da manhã e da noite.

4 – Cadastro de contas que poderão receber Pix acima do teto.

5 – Bloqueios de transações por 30 minutos durante o dia ou 1 hora durante à noite para averiguação de segurança.

Artigo anteriorTurismo Rural no Vale do Aço aguarda com expectativa a retomada dos roteiros
Próximo artigoBolsonaro decreta aumento do IOF para custear Bolsa Família