Polícia não encontra provas contra youtuber acusado de pedofilia

pc siqueira
CAMINHOS GERAIS-CROSS-SELLING2
Tempo de Leitura: 1 min

Alvo de um escândalo no ano passado, em que foi apontado como pedófilo por um perfil no Twitter, o youtuber PC Siqueira saiu ileso da perícia realizada em seu computador, HD externo, celular e outros dispositivos eletrônicos. A Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) não encontrou nenhuma prova que ligue o youtuber às acusações de pedofilia.

De acordo com os relatórios, PC não armazenava ou compartilhava vídeos ou fotos de conteúdo pornográfico de menores de idade, não teve conversas com outras pessoas sobre o tema e tampouco fez buscas em sites de pesquisas a respeito do assunto.

PC Siqueira foi acusado de pedofilia após ter supostas conversas vazadas em junho de 2020, nas quais ele teria mandando fotos íntimas de uma menina de seis anos de idade. Na época, o youtuber disse que era vítima de uma “articulação criminosa”, e o caso passou a ser investigado pela Polícia Civil.

 

Artigo anteriorUrgente: Paralisação de motoristas de aplicativos no Vale do Aço
Próximo artigoGovernador lança ações voltadas às micro e pequenas empresas em MG