CENIBRA – BIODIVERSIDADE – CUSTOM AD#3
Tempo de Leitura: 1 min

As ações preferenciais da Usiminas (USIM5) ocuparam a sétima posição entre as 77 ações que faziam parte do Ibov em 2020, o principal índice da B3, a Bolsa de Valores Brasileira.

Bobinas de aço produzidas pela Usiminas.

No ano passado, as ações preferenciais da Usiminas acumularam uma valorização de 55,1%, enquanto as ações ordinárias (USIM3) apresentaram uma alta de 60,3%, refletindo a confiança dos investidores no desempenho positivo que vem sendo apresentado pela empresa ao longo dos últimos trimestres. Como comparação, o índice IBov apresentou uma valorização de 2,92%.

Comentário do Especialista

Negócios Já! procurou o especialista em bolsa de valores, Alexandre Fernandes Siqueira, sócio da Invista Brasil/XP Investimentos, em Ipatinga, para comentar as razões de a siderúrgica terminar o ano com suas ações preferenciais tão bem ranqueadas pela B3:

“A Usiminas se destaca como uma das maiores produtoras de aços planos do Brasil com operações em diversos segmentos como mineração, logística, bens de capital, centro de serviços e distribuição de soluções customizadas. Depois de passar por momentos difíceis em 2016, os investidores veem a companhia mais forte e reestruturada, com setor siderúrgico se destacando com fortes altas que vem com a perspectiva de avanços em projetos de infraestrutura e construção civil. A empresa combina uma série de qualidades, como crescimento da receita, baixa alavancagem e geração de fluxo livre de caixa”, justifica o especialista.

 

 

Artigo anteriorO jogo dos sete erros na hora de empreender
Próximo artigoVinícola gaúcha confirma incremento de 13% nas vendas de espumantes