Consórcios discutem emissão do selo de inspeção municipal

As orientações foram repassadas pelas técnicas do Ministério da Agricultura Foto: ACS/CIMVA - Divulgação
CENIBRA – DIVERSIDADE E INCLUSÃO – CUSTOM AD#3
Tempo de Leitura: 1 min

Integrantes de equipes técnicas de aproximadamente 20 consórcios de municípios mineiros participaram, entre esta segunda-feira (23) e quinta-feira, 25, em João Monlevade, da semana de Oficinas de Trabalho para orientação dos Serviços de Inspeção Municipal. O encontro teve a participação dos auditores fiscais do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O Cimva (Consórcio Intermunicipal Multifinalitário do Vale do Aço) foi representado pelo integrante da equipe técnica da entidade, Hudson Hélder.

Segundo Hélder, o principal objetivo do encontro foi ampliar as discussões sobre o mercado de produtos de origem animal, com vistas a assegurar a qualidade higiênico-sanitária da produção de alimentos nos municípios consorciados. Ele ressaltou que as discussões foram importantes, pois as orientações repassadas vão agilizar o processo de emissão do Selo de Inspeção Municipal (SIM) na área de abrangência dos 23 municípios filiados ao Cimva.

O selo permitirá, de acordo com Hélder, a comercialização legal da produção entre todos os municípios consorciados no Vale do Aço e, em até três anos, em todo o território nacional, após a adesão ao SISBI-POA. Com a inspeção, os produtores terão as seguintes vantagens: ampliação do mercado consumidor; incentivo à geração de emprego e renda; vendas para o poder público; fixação de mão-de-obra no campo; garantia de alimentos seguros e atração de novas empresas para a região.

Artigo anteriorPapai Noel dos Correios acontece via internet: Saiba como Participar
Próximo artigoTardelli de volta?