Twitter limita alcance de publicação de Trump sobre apuração das eleições

CENIBRA – CUSTOM AD3 – HOME
Tempo de Leitura: 2 min

Trump alegou, sem provas, que adversários estariam ‘tentando roubar’. Facebook adicionou um aviso em todas as publicações sobre o pleito.

Por G1
04/11/2020 10h46

O Twitter adicionou um aviso e diminuiu o alcance de uma publicação feita na madrugada desta quarta-feira (4) pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sobre a apuração dos votos nas eleições.

No tuíte, o candidato a reeleição disse que os republicanos “estão bem, mas eles estão tentando roubar”, aludindo aos votos que chegam pelo correio após o encerramento das urnas. Na mensagem, Trump disse que essas cédulas não poderiam ser contadas.

Em alguns estados, os votos pelo correio podem ser contados se chegarem até sexta-feira (6) – a expectativa é de que eles possam favorecer o candidato democrata Joe Biden.

Tuíte do presidente dos EUA, Donald Trump, foi marcado pelo Twitter. — Foto: Reprodução
Tuíte do presidente dos EUA, Donald Trump, foi marcado pelo Twitter. — Foto: Reprodução

O Twitter manteve a publicação no ar, mas ela aparece escondida sob um selo quando vista no perfil de Trump, e é preciso apertar no botão “ver” para revelar o conteúdo.

O alerta diz que “alguns ou todos os conteúdos compartilhados neste tuíte são contestáveis e podem ter informações incorretas sobre como participar de uma eleição ou de outro processo cívico.”

Facebook adiciona alerta em todos os posts

Uma publicação idêntica de Trump no Facebook recebeu um aviso dizendo que “os resultados finais poderão ser diferentes das apurações iniciais, pois a contagem de cédulas continuará por dias ou semanas.”

Ao contrário do Twitter, a rede social não tomou medidas específicas para esconder a mensagem ou reduzir o seu alcance.

Publicação de Trump no Facebook também recebeu um selo de aviso. — Foto: Reprodução
Publicação de Trump no Facebook também recebeu um selo de aviso. — Foto: Reprodução

A plataforma também adicionou um selo em todas as publicações de Trump e de Biden que avisa que “os votos estão sendo contados” e que “a projeção do vencedor da eleição presidencial dos EUA de 2020 ainda não foi feita”.

Nos EUA, a empresa também adicionou um banner no topo da tela inicial de seus aplicativos, incluindo o Instagram, alertando que os votos ainda estão sendo contados.

Facebook adicionou selo que diz que votos ainda estão sendo contados em publicações dos dois candidatos. — Foto: Reprodução
Facebook adicionou selo que diz que votos ainda estão sendo contados em publicações dos dois candidatos. — Foto: Reprodução

Em um comunicado, a companhia disse que o alerta foi adicionado após Trump começar a “fazer declarações prematuras de vitória”.

Tanto o Facebook quanto o Twitter anunciaram que tomariam medidas para conter a desinformação sobre o resultado das eleições nos Estados Unidos.

Fonte: G1
Artigo anteriorAbertura de pequenos negócios em Minas Gerais cresce 5%
Próximo artigoInteressados podem visitar usina da Aperam/Timóteo