CENIBRA – BIODIVERSIDADE – CUSTOM AD#3
Tempo de Leitura: 1 min

Puxadas pela valorização da Usiminas (USIM5) as ações das siderúrgicas foram destaques na tarde desta sexta-feira (4) na B3. Os papéis do grupo siderúrgico mineiro apresentam ganhos de 3,87% a R$ 11,00, com os investidores reagindo à notícia da elevação da nota de crédito da companhia.

A Fitch comunicou que elevou o rating da Usiminas de B para B+ e melhorou a perspectiva para a nota de crédito da empresa, de estável para positiva. Segundo a agência de classificação de risco, a elevação reflete “aprimoramentos contínuos” no perfil de crédito da siderúrgica, apoiados por geração de fluxo de caixa operacional em ritmo “crescente” devido a “melhores preços e volumes, bem como ganhos de eficiência”.

A CSN (CSNA3) também registra importante valorização, com alta de 2,45% a R$ 8,79%. Para Gerdau (GGBR4), os ganhos são de 2,06% a R$ 16,83. O dia é mais uma vez positivo para a Vale (VALE3), que registra valorização de 1,10% a 49,63%. A B3 divulgou nesta sexta a terceira prévia do Índice Bovespa que vai vigorar de segunda-feira (7) a 31 de agosto, com destaque para a mineradora.

A Vale superou o Itaú Unibanco (ITUB4) como principal papel do índice. A mineradora agora representa 11,228% do Ibovespa e o banco 10,440%. As ações da companhia seguem negociadas no maior valor desde abril de 2011.

Artigo anteriorTim descarta Oi
Próximo artigoFIEMG promove Workshop FAPI